Comunicação Notícias

22 ago 2013

PQS inicia produo de PTA

O Complexo PQS, formado pela Companhia Petroquímica de Pernambuco (PetroquímicaSuape) e a  Companhia Integrada Têxtil de Pernambuco (Citepe),  iniciou a fabricação do ácido tereftálico (PTA) em uma de suas unidades industriais.  O PTA é a principal matéria-prima para a produção de poliéster.

Com o início das operações, a planta de PTA atenderá grande parte da demanda nacional, que era suprida integralmente por importações. A capacidade nominal da unidade produtiva é de 640 mil toneladas por ano. Além do PTA, o Complexo PQS produzirá, ainda este ano, resina para embalagens PET. Já fabricamos o filamento texturizado (DTY), com o funcionamento de 12 máquinas do processo.

Com a formação dessa cadeia produtiva, o mercado nacional deixará de importar mais de um bilhão de dólares por ano desses produtos.

O atendimento ao mercado brasileiro, a diminuição da dependência de importação, a opção pelas tecnologias mais avançadas e escalas de produção compatíveis com as maiores unidades industriais em operação no mundo são os principais diferenciais competitivos do Complexo PQS, que estruturou o maior polo integrado de poliéster da América Latina.